Campanha de marketing para lucrar na economia digital

Por Cassia Messias em 28-01-2016 11:00

Comércio eletrônico, lojas virtuais, aplicativos para compras, de delivery de pizzas a transporte marítimo. A economia digital é uma realidade que veio para ficar, gostemos ou não, e precisa estar incluída nas estratégias das diferentes áreas da empresa.  O marketing de conteúdo é agora, mais do que tendência, palavra de ordem para equipes de vendas. Ou seja, vendas e marketing são setores que precisam trabalhar em conjunto, provendo conteúdo de qualidade, com resultados mensuráveis e engajamento de clientes.

O perfil do consumidor mudou nos últimos dez anos mais do que o acumulado dos cem anos. Como seu cliente está multiconectado, presente em diferentes redes sociais e comunidades online, seu negócio deve estar nesses ambientes também. Um estudo do Aberdeen Group mostra que 92% dos compradores iniciam seu processo de compra via web, e 67% de todo o processo de compra acontece online. Neste cenário, precisamos saber e conhecer melhor por onde nossos consumidores navegam e o que compartilham na Internet.

Como lucrar na economia digital

Da Necessidade à Compra

No processo de jornada de compra, o protagonismo é do consumidor e não mais das marcas. As chamadas buyer personas não querem ser bombardeadas diariamente pela oferta de produtos e serviços. Elas agora têm a oportunidade e a satisfação de encontrar aquilo que precisam por meio de plataformas interativas. Se o protagonismo da relação mudou, a empresa deverá adotar um novo comportamento. Portanto, o papel da equipe de venda passa a ser mais consultivo no sentido de educar e ajudar. Daí o termo “sellping”, que significa gerar venda como consequência da ajuda ofertada pela empresa no atendimento à necessidade do cliente.

Que tal conhecer melhor os estágios dessa jornada de compra? São eles:

1) Aprendizado e Descoberta (do problema ou da oportunidade de negócio);

2) Reconhecimento (do problema ou oportunidade de negócio);

3) Consideração da Solução (para seu problema de negócio);

4) Decisão de Compra.

 

Com o mapeamento deste cenário, os profissionais de marketing e vendas poderão produzir conteúdo de valor para cada etapa da jornada. Este material será utilizado na criação de  campanhas de marketing digital, por exemplo,  que permitirão o acompanhamento de cada interação do cliente até o momento da venda.

Quem é a buyer persona?

Antes de prosseguirmos, convém explicar melhor o conceito de buyer persona, pois ele é fundamental para o desenvolvimento da estratégia de marketing digital de sua empresa. Resumindo: trata-se de um perfil semificcional que representa seu comprador ideal. Como o nome sugere, persona é um personagem criado para ajudar sua empresa a compreender melhor quem é o cliente e do que ele precisa. Uma boa persona descreve com detalhes o seu comprador ideal, aquela pessoa perfeita para comprar o seu produto ou serviço.

 

É necessário ter em mente que a buyer persona busca um atendimento que esteja sempre disponível para suas demandas. Além de não deixá-la muito tempo esperando por uma resposta, é preciso sempre dar uma resposta adequada. Mesmo que você ainda não tenha a solução para o problema dela, opte pela transparência em informá-la que está providenciando a solução, o que é bem melhor do que “não dizer nada”. E esteja ciente também de que nem sempre sua disponibilidade de agenda para um encontro, seja presencial ou online, será a mesma do seu cliente ou prospect. Então, procure se adaptar e preencher a disponibilidade dela, e não o contrário, tentando impor a sua.

A era do Inbound Marketing

Cientes da mudança e impacto que a tecnologia gerou em nossos clientes, devemos nos questionar: nosso negócio está se comunicando de forma adequada e alavancando os canais de comunicação disponíveis? Minha equipe de vendas está circulando nos mesmos ambientes digitais que estão meus clientes? Você já está usando estratégias de marketing que te permitem atrair clientes pelo valor que sua marca gera a elas e à comunidade?

Estes questionamentos nos levam ao conceito de Inbound Marketing, que vem sendo utilizado para diminuir despesas e aumentar vendas. Ao proporcionar uma economia de 62% dos custos operacionais em comparação ao marketing tradicional (outbound), tornou-se um expoente fundamental nestes tempos de crise.

A explicação dessa diferença está na mudança do foco do produto para o cliente, conforme explicamos acima. Enquanto as ações clássicas de marketing visam a exibição massiva e intrusiva de produtos para as pessoas e, com o passar do tempo, geram antipatia do público em geral, cada vez mais crítico e seletivo, as estratégicas de inbound focam nas necessidades reais dos clientes, elaborando conteúdos e soluções que atraem a atenção do público-alvo da marca, qualificam possíveis consumidores e buscam a fidelização no pós-venda.

Estratégia de Diferenciação 

Finalmente, voltando às perguntas que fizemos lá no primeiro parágrafo sobre atingir bons resultados nessa era digital, temos uma sugestão para te ajudar a respondê-las assertivamente: nosso guia sobre COMO Aumentar Vendas em Tempos de Crise. Ele indica algumas atitudes recomendáveis no que diz respeito a oportunidades de negócios, abordagem ao cliente, atração de consumidores, gestão e aplicação de recursos em campanhas de marketing (“como medir resultados” é uma pergunta que tem resposta sim!), conversão de clientes em promotores da marca, etc.

A leitura do guia também explicará porque a bola da vez é o marketing de conteúdo, quando se pensa em ações para impactar e angariar consumidores no universo digital – cada vez mais onipresente, pois a Internet das Coisas permitirá a conexão em rede dos mais diferentes aparelhos, objetos, acessórios e até mesmo roupas! Isso é uma questão de tempo, não muito tempo, e aposto que você não vai querer que sua empresa fique para trás quando esse cenário for o presente e não mais o futuro.

Quer saber como Aumentar Vendas na Crise? Clique no botão abaixo e tenha acesso ao guia que preparamos para ajudar você a estruturar sua campanha de marketing digital e bater as metas de vendas em 2016!

 

                                            Como aumentar vendas na crise 

 Quer dicas de gestão para um ano de crise? Confira este nosso post.

Cassia Messias

Assuntos: como medir resultados, Inbound Marketing, campanha de marketing digital, buyer persona, aumentar vendas