10 principais métricas de marketing online que você deve acompanhar

Por Juliana Menezes em 17-03-2016 10:00

A instabilidade econômica é um dos assuntos mais comentados atualmente, e que gera desafios adicionais às nossas organizações. Junto a esse fator, a concorrência e competitividade digital exigem mais criatividade e buscas constantes por alternativas que estimulem o crescimento. É neste cenário que as ações de marketing digital mostram sua eficiência: estabelecendo metas para campanhas digitais, atraindo clientes, aumentando vendas e gerando promotores da marca.

Em blog posts anteriores, já falamos da complexidade que envolve uma ação de marketing digital bem estruturada e direcionada, que compreende conteúdo de qualidade, ferramentas estratégicas e integração dos canais de comunicação.  
No entanto, o mercado de marketing digital ainda gera insegurança para as empresas. Grande parte dos executivos entende que os investimentos nesta área são supérfluos e sem garantia de retorno. Desconhecem que o marketing digital tornou-se uma “ciência”, que exige estudos mensurações e atualizações constantes, bem como o entendimento das métricas de marketing que comprovam resultados de vendas.

 dreamstime_l_19210880.jpg

A evolução constante de ferramentas de automação de marketing digital nos permite mensuração contínua, possibilitando a identificação de falhas e ajustes para obter os resultados esperados. A seguir apresentamos as 10 principais métricas de marketing que você pode monitorar para sucesso de sua estratégia de marketing online:

 

  1. Total de Visitantes no Website: O website da empresa é o principal alvo para atuais e potenciais clientes. Esse canal permite identificar se o conteúdo desenvolvido para determinado serviço ou produto atinge as expectativas e resultados. É essencial medir o tempo que cada visitante navega em seu website, avaliando também a permanência de algumas páginas específicas. Essa análise identifica interesse e curiosidade no conteúdo que está sendo oferecido. Essa métrica deve ser acompanhada de forma contínua e com medições mensais, para mensurar a evolução ou regressão das visitas.

 

  1. Perfil dos Visitantes Registrados: Essa métrica permite acompanhar o número total de novos visitantes ao seu website, além do público que segue cativo na navegação. Um ponto importante desta métrica é acompanhar uma mudança de perfil dos visitantes e por consequência revisões de conteúdo e layout do mesmo. Essa revisão exige um acompanhamento preciso, para avaliar se a mudança agradou os cativos e se atraiu novos interessados.

 

  1. Canal de Geração de Tráfego do Site: Primordial para uma campanha de marketing digital, essa métrica segmenta o tráfego total de visitantes a partir dos pontos de origem, criando uma “separação” e indicando quais canais obtêm mais ou menos resultados e gerando comparativos.

São eles:

  • Direto: que mensura a quantidade diária de visitantes em seu site,
  • Referência: que incluem “links” externos para outros sites,
  • Orgânico: inclui os visitantes que usaram ferramentas de busca para encontrar seu site ou seu produto,
  • Social: soma com os visitantes encontrados nas redes sociais. Esse caminho avalia os pontos fortes do seu SEO (motores de busca), marketing de mídias sociais, de conteúdo e campanha tradicionais.

 

  1. Taxa de Rejeição: A taxa quantifica, em percentual, os visitantes que saem do seu site antes mesmo de explorá-lo. Como exemplo, em casos que o visitante potencial encontra sua homepage depois que usar ferramentas de buscas e sai da página antes mesmo de acessar outros links. Entende-se que esse público rejeitou o conteúdo e as ofertas exibidas.

Em primeiro momento, quanto menor for taxa de rejeição, há mais chances que o visitante tenha se interessado por seu produto ou serviço e, isso, se converta em resultados. Porém, uma taxa alta de rejeição não é necessariamente um resultado ruim. Apenas indica a necessidade de revisitar o layout do site e conteúdo do mesmo.

 

  1. Total de Conversões: Uma das mais valiosas métricas que identificam a rentabilidade de sua ação de marketing digital. Mesmo que as conversões sejam definidas de muitas maneiras, são sempre bem vistas aos olhos que quem busca expansão nos negócios.

 

  1. Proporção de Leads x Vendas (Lead to Close Ratio, inglês): Mais direcionada ao setor de vendas, essa métrica avalia o retorno ao investimento aplicado e a fidelidade do consumidor. Sem um processo de integração das áreas de vendas e marketing eficiente, qualquer ação de marketing pode ser um fiasco. Esta métrica mostra o quanto é importante que as áreas trabalhem juntas, para manter e fidelizar os atuais e potenciais clientes. Taxas baixas merecem atenção e indicam o momento para rever as estratégias de integração das áreas de vendas e marketing.

 

  1. Taxa de Retenção de Clientes: Conhecer a quantidade de clientes recorrentes pode ser um pouco mais difícil nos casos em que o ciclo de compra é longo ou se o negócio depende integralmente das vendas. Serviços ou produtos oferecidos por plataformas de e-commerce permitem uma avaliação mais precisa, bastando calcular o percentual de clientes que voltaram a comprar por sua homepage. Resultados baixos podem mostrar que há necessidade de rever estratégia de produtos ou revelar a ausência de ações efetivas de acompanhamento do uso do produto no pós venda.

 

  1. Valor do Negócio Total do Cliente: Além de calcular o retorno total do investimento, essa métrica auxilia também nos projetos anuais da empresa. Para calcular o valor médio do cliente é preciso que seja um cliente antigo, com histórico de vendas. No caso de novos clientes, é possível ter uma projeção para o futuro.

 

  1. Custo por Lead: Esse cálculo depende da estratégia usada em cada canal de geração de conteúdo e ações, caracterizando como uma das métricas mais específicas. Para essa análise é necessário que considere o custo médio mensal da campanha escolhida e compará-lo com o número total de leads ou prospects de vendas gerados no canal específico e no mesmo período. Todos os custos devem ser citados, até mesmos os considerados de menor expressão.

 

  1. Retorno sobre o Investimento (ROI): desempenha uma importante função em qualquer campanha de marketing. Responsável por avaliar a rentabilidade dos projetos, o ROI positivo significa que sua estratégica de marketing está eficaz, com bons resultados. Já o ROI negativo sinaliza a necessidade de alguns ajustes. O ROI permite também alocar os recursos e determinar as atividades da ação que merecem o investimento.

 

Com o tempo será possível refinar as táticas aplicadas às ações de marketing digital, examinar as estratégias que melhor funcionam gerando mais leads e, consequentemente, mais lucro. Vale destacar também que toda a ação agrega ao fortalecimento de uma marca e posição diante do mercado global e de nicho.

Quer conhecer métricas de marketing que realmente importam? Faça o download agora mesmo de nosso e-book:Ebook 6 métricas de marketing que realmente importam

Assuntos: como medir resultados, métricas